Collection

24 de fevereiro de 2018 | 181 views

Para mim esse foi um dos melhores discos de 2017 simplesmente porque aqui estão algumas das melhores músicas da carreira do Annihilator. E isso é algo muito difícil de se conquistar, para não dizer impossível, considerando a carreira dessa banda que é responsável por clássicos interplanetários como “Alice In Hell” e “Never, Neverland”, além de outros excelentes trabalhos mais modernos como “Carnival Diablos”. Com “For The Demented”, Jeff Waters não tenta reinventar o Annihilator, mas prova que continua sendo relevante ...

Continue reading this entry »

 
24 de fevereiro de 2018 | 129 views

Li algumas resenhas negativas sobre esse disco, o que me surpreendeu, pois eu adorei o álbum! Foram mais de 15 anos de espera até que o vocalista Phil Lewis e o guitarrista Tracii Guns (ex-Guns ‘N’ Roses) compusessem juntos novamente. E a questão é que não funcionou como nos velhos tempos, mas funcionou como nos novos tempos! Talvez o fato de muitos esperarem a mesma sonoridade do L.A. Guns antigo é que tenha sido motivo de frustração. “The Missing Place” ...

Continue reading this entry »

 
24 de fevereiro de 2018 | 65 views

Do ponto de vista crítico-estético, o que o Crazy Lixx faz pode até significar limitação criativa, mas não há como negar que, dentro da proposta, os suecos são realmente muito bons! “Ruff Justice” é tão competente ao que se propõe que chega a ser injusto não ter sido lançado em 1987. Trinta anos mais tarde, vai ser difícil esse álbum agradar os ouvidos dos mais jovens habituados ao Djent. Aqui não há vocais guturais, palm muting e polirritmia. Mas sim ...

Continue reading this entry »

 
24 de fevereiro de 2018 | 74 views

“Chegará o tempo em que terei ido; além do grande desconhecido; eu irei voar livre, desafiando a gravidade.” A letra da faixa título do novo álbum do Mr Big foi escrita pelo vocalista Eric Martin e fala sobre seu desejo de ir além do modo de vida tradicional, regular. Mas se a considerarmos sob um contexto pós-falecimento de Pat Torpey, essa letra, música e álbum ganham outra dimensão. “Defying Gravity” foi a melhor forma possível de Pat Torpey despedir-se do ...

Continue reading this entry »

 
09 de agosto de 2017 | 459 views

Eu tive a honra de poder ouvir algumas partes de “The Beloved Bones” através do próprio vocalista e compositor Mario Linhares há pelo menos um ano antes do lançamento desse álbum. Na ocasião, o músico me contou o quanto a sua experiencia de vencer o câncer tinha influenciado diretamente na composição das músicas e letras do álbum. Há algumas semanas atrás recebi o álbum completo do próprio Linhares para que, agora, eu pudesse “avaliá-lo” na posição de crítico musical. A ...

Continue reading this entry »

 
09 de agosto de 2017 | 135 views

O quanto de nós mesmos há dentro de nós? Quero dizer, é fácil detectar dentro de nós vozes que não são as nossas, mas de nossos pais, de nossos professores, do padre, da publicidade. Se fizermos esse exercício, ficaremos espantados com a quantidade de conteúdo que tomamos como “sendo nós”, quando, na verdade, não são. Disse isso para justificar a proposta de “The Bride Said No” de Nad Sylvan, vocalista da banda de Steve Hackett. Tudo aqui soa como Genesis. ...

Continue reading this entry »

 
29 de maio de 2017 | 184 views

Logo nas primeiras notas de “With This Heart” vem aquela sensação de encantamento que as músicas do Kansas proporcionam. No decorrer do álbum essa sensação vai aumentando, aumentando e sou tomado por uma alegria de viver, um sentimento de gratidão pela existência. Bandas como o Yes e o Kansas são mestres nisso. Deveriam ser ouvidas por mais pessoas nesses tempos de ódio. “The Prelude Implicit” é o Kansas nessa essência, e isso nunca deveria ser mudado, mas a impermanência, a ...

Continue reading this entry »

 
29 de maio de 2017 | 164 views

O Flotsam and Jetsam é muito mais do que a ex-banda de Jason Newsted ou do que seu álbum de estreia, “Doomsday For The Deceiver”. O Flotsam também assina outras excelentes obras do metal como “No Place For Disgrace” (1988), “When The Storm Comes Down” (1990), “Cuatro” (1992) e “High” (1997), todos excelentes e dignos de infinitas audições. E da mesma forma é o novo trabalho autointitulado. Aqui o grupo mantém sua estética musical moldada a partir da mescla de ...

Continue reading this entry »

 
29 de maio de 2017 | 147 views

Li uma colocação que dizia que “Post Society” poderia ser encaixado entre “Dimension Hatröss” (1988) e “Angel Rat” (1991). Eu concordo. E isso não deveria ser tomado a partir de um ponto de vista pejorativo, uma vez que o Voivod continua soando como uma banda a frente do seu tempo. Mas houve um resgate estético daquela mistura tão particular de thrash metal e rock progressivo. E com a mesma qualidade! O que faz desse um trabalho de grande relevância, especialmente ...

Continue reading this entry »

 
29 de maio de 2017 | 140 views

Depois do genial David Wayne (RIP), Mike Howe é “o vocalista” do Metal Church em minha opinião. E seu retorno a banda certamente contribuiu para que “XI” possa ser considerado um dos melhores trabalhos do Metal Church de todos os tempos. Músicas como “Reset”, “Killing Your Time” e “Needle & Suture” nos remetem a clássicos da era Howe como “Date With Poverty”, “Badlands” e “In Harms Way”, porém com produção contemporânea.        

 

Página 1 de 212
 
VALHALLA por Eliton Tomasi - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com