Nad Sylvan – The Bride Said No
Postado em 09 de agosto de 2017 @ 12:54 | 325 views


O quanto de nós mesmos há dentro de nós? Quero dizer, é fácil detectar dentro de nós vozes que não são as nossas, mas de nossos pais, de nossos professores, do padre, da publicidade. Se fizermos esse exercício, ficaremos espantados com a quantidade de conteúdo que tomamos como “sendo nós”, quando, na verdade, não são. Disse isso para justificar a proposta de “The Bride Said No” de Nad Sylvan, vocalista da banda de Steve Hackett. Tudo aqui soa como Genesis. A começar pela própria voz de Nad que é justamente um encontro entre Peter Gabriel e Phil Collins. A sonoridade segue pela mesma tangente e durante toda audição de “The Bride Said No” é como se fossemos realocados no espaço e tempo compreendido entre 1971 (Nursery Cryme) e 1976 (Wind And Wuthering). A produção é  contemporânea e há alguns momentos mais pesados, como em “The Quartermaster”, que também não podemos dizer que são diferenciais, pois acredito que se a ex-banda de Steve Hackett estivesse ativa com sua formação clássica, estaria fazendo algo parecido. Por que então ouvir “The Bride Said No” ao invés de “A Trick Of The Tail” ou “Selling England By The Pound”? A minha sugestão é que ouça todos! Por mais que tudo se pareça como Genesis, há um outro sujeito por trás da cortina, com suas próprias experiencias, alegrias e angustias, e as letras fazem bem o seu papel. Ademais, talvez seja necessário reconsiderarmos o que é original e autoral nos dias de hoje. Pois mesmo se levarmos em consideração bandas contemporâneas super criativas como Opeth ou Gojira, veremos que há bem pouco na música deles que não tenha sido feito antes. O que muda é a forma como permitimos que o passado se reverbere ao contar nossas próprias histórias. A reverberação genesiana no trabalho de Nad Sylvan é quase 100%, mas as suas histórias são únicas. Não a toda, na entrevista que fiz com ele, ele definiu o Genesis em uma palavra como “Libertação”. Sem a ajuda de nossos pais e professores será que conseguiríamos libertar esse alguém que há dentro de nós?

 

 

Deixe seu comentário / Leave your comment




 
VALHALLA por Eliton Tomasi - All Rights Reserved 2017
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com